Reduza suas expectativas: uma entrevista com Sin Cos Tan


Sin Cos Tan é uma banda de synthpop finlandesa criada por Jori Hulkkonen e Juho Paalosmaa, figuras consagradas no cenário musical finlandês. Com conceito inteligente e melodias pop encantadoras, a dupla vem ganhando espaço com músicas influenciadas por filmes.


Hulkkonen é um produtor conceituado que lançou seu primeiro álbum “Selkäsaari Tracks” em 1996. Trabalhando ainda com grandes nomes como John Foxx e Pet Shop Boys. Já Juho Paalosmaa, é cantor e compositor, estando envolvido também na VILLA NAH, grupo musical finlandês criado em parceria com Tomi Hyyppä.

Sendo uma de nossas apostas para a música eletrônica em 2016, fizemos uma breve entrevista com seus integrantes sobre suas influências, planos para 2016 e como eles enxergam o atual cenário da música eletrônica.

CartolaMAG Como vocês se envolveram na música?
Jori – Comecei a fazer música eletrônica por volta de 1988, e fiz meu primeiro lançamento em 1993. Foi apenas uma progressão muito natural a partir de primeiro ser um amante da música, em seguida, colecionador de discos e, eventualmente, tentar realmente produzir algo.
Juho – Quando criança, eu era inicialmente mais um ilustrador. Eu tinha um talento especial para desenhar. Música, como uma forma de expressão, veio muito tarde na minha adolescência – primeiro com instrumentos tradicionais e, em seguida sintetizadores. Eu comprei um órgão eletrônico em torno dessas vezes, bem, eu ainda uso para compor música.

"A cena musical é apenas uma pequena fração das coisas que mudaram para sempre devido à era da internet. Alguns crescem com ela, outros morrem por causa dela. Apenas a maneira que é."

CartolaMAG A internet abriu as portas para novos artistas. Temporários ou não, muitos têm sucesso. Como vocês veem essa renovação do cenário musical?
Jori – É apenas mais um capítulo da evolução da cultura. A única opção é se adaptar a ela.
Juho – A cena musical é apenas uma pequena fração das coisas que mudaram para sempre devido à era da internet. Alguns crescem com ela, outros morrem por causa dela. Apenas a maneira que é.

CartolaMAG Quais artistas lhes inspiram? Quais são suas principais influências dentro e fora da música eletrônica?
Jori – Apenas uma lista de nomes: Pet Shop Boys, Scott Walker, John Foxx, Ennio Morricone, Raymond Scott.
Juho Bowie definitivamente, também Yellow Magic Orchestra. Um monte de música velha, jogos de videogame/computador da minha juventude (80 e início dos anos 90). John Maus é um herói mais recente.

SIN COS TAN no Ja Ja Ja Festival 2014 (foto por Sara Amroussi-Gilissen)

CartolaMAG Tanto a música quanto o impacto visual de seus clipes são importantes para o trabalho de vocês. Como é o processo de criação de imagem e som em Sin Cos Tan?
Jori – Eu acho que desde muito cedo, tivemos uma visão como devemos parecer, e então nós apenas exercemos isso. Tudo junto muito naturalmente.
Juho – É bastante claro que a nossa música é influenciada por filmes e cinema. Pessoalmente, eu acho que um monte de música em termos visuais... É uma linguagem que pode facilmente comunicar uns com os outros também.

CartolaMAG Músicos, por vezes, tendem a falar sobre as suas possibilidades de criação de novas identidades e de se expressarem através de sua arte. Para vocês, O que significa fazer música e como ela reflete em suas vidas pessoais?
Jori – Tendo vindo a fazer música perto de 30 anos, e ter 20 anos de música como um emprego a tempo inteiro, é impossível separar a vida pessoal da música. Elas estão totalmente interligadas. Percebo o tempo através do qual os registros foram datados em determinado ano etc.
Juho – Estou bastante privado como uma pessoa, e eu nunca senti um forte desejo de documentar minha vida para mim mesmo ou aos outros. No entanto, por muitas vezes pude ver onde eu estava mentalmente quando eu olhei para trás sobre a música que eu fiz. Naturalmente, há muito de mim lá também, e a passagem do tempo desempenha um papel importante.
"Reduza suas expectativas. Em seguida, reduza-as um pouco mais."

CartolaMAG – Que conselho você daria a um jovem artista que quer seguir uma carreira na música eletrônica?
Jori – Tudo o que esperar você vai se decepcionar.
Juho – Reduza suas expectativas. Em seguida, reduza-as um pouco mais.

CartolaMAG Vocês já ouviram falar alguma coisa sobre a música eletrônica brasileira?
Jori – Claro, Amon Tobin e Mixhell vêm à mente primeiro.
Juho Amon Tobin para mim também.



CartolaMAG Uma mensagem para as pessoas que seguem o seu trabalho...
Jori – Por favor, não pare.
Juho – Obrigado.
Tecnologia do Blogger.

INSTAGRAM FEED

@cartolamag